Resenha de Livro: O Começo do Adeus - Anne Tyler

3 comentário(s)
Título: O Começo do Adeus
Título Original: The Start of Goodbye
Autor: Anne Tyler
ISBN: 9788581630397
Páginas: 208
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito
Preço Sugerido: 29,90
Avaliação: 



Anne Tyler nos leva a um romance sábio, assustador e profundamente tocante em que descreve um homem de meia-idade, desolado pela morte de sua esposa, que tem melhorado gradualmente pelas aparições frequentes da mulher — na casa deles, na estrada, no mercado. Com deficiência no braço e na perna direita, Aaron passou sua infância tentando se livrar de sua irmã, que queria mandar nele. Então, quando conhece Dorothy, uma jovem tímida e recatada, ele vê uma luz no fim do túnel. Eles se casam e têm uma vida relativamente modesta e feliz. Mas quando uma árvore cai em sua casa, Dorothy morre e Aaron começa a se sentir vazio. Apenas as aparições inesperadas de Dorothy o ajudam a sobreviver e encontrar certa paz. Aos poucos, durante seu trabalho na editora da família, ele descobre obras que presumem ser guias para iniciantes durante os caminhos da vida e que, talvez para esses iniciantes, há uma maneira de dizer adeus.

Fazendo uma análise, creio que no mercado editorial a maioria dos livros pertencem ao estilo romântico, aliás, que história não contém ao menos um mínimo de romantismo entre os personagens? Com tantas obras no mercado é de se esperar que muitas não prosperem e tenham assuntos repetitivos, e claro, ter aquelas que acabam fugindo das tramas estereotipadas e dignas do sucesso que acabam adquirindo. O Começo do Adeus foi infelizmente para mim, um livro que se enquadra no primeiro tipo de livro do gênero citado anteriormente.

Com um nome bem sugestivo, O Começo do Adeus narra a história Aaron, um homem de meia idade que trabalha em uma empresa editorial e acaba de perder sua mulher em um acidente no mínimo traumático. Em um dia normal enquanto Aaron socializava com sua mulher, que era médica e nada vaidosa consigo mesma, algo inusitado acontece. Uma velha árvore que ficava bem próxima de sua casa acabou caindo e repousando sobre a casa do casal o que resultou na destruição da habitação e na morte de sua mulher.
As travessas de macarrão ao forno foram se tornando menos frequentes, e as cartas pararam de chegar. Como as pessoas conseguem seguir em frente tão facilmente? Bem, sim, é claro. Novas tragédias acontecem todos os dias. Eu tinha que reconhecer isso.
O clímax do romance é o fato de que enquanto Dorothy, Aaron não consegue se despedir dela, de modo que é comum que enquanto ele realiza suas atividades normais do dia a dia veja a mulher ao seu lado como se ela estivesse viva, e nada tivesse acontecido.

Na certa, esse é um assunto real e dramático. É doloroso pensar em amar alguém, casar com essa pessoa e depois de um tempo sem que ela tenha qualquer doença ou suspeita de que se aproxime da morte, morra.  Por se tratar de algo assim, esperei muito desse livro, porém acabei me decepcionando. O livro é curto e tudo acontece muito rápido sem tantas emoções. Não consegui me apegar a nenhum dos personagens exatamente por conta dessa rapidez em que as coisas acontecem.

Mesmo com os aspectos negativos, acho que essa é uma obra leve e boa de ser lida, porém, não a indico para quem gostaria de ler uma história mais desenvolvida e com enredo mais elaborado.

3 comentários:

Janine Stecanella disse...

Oi Juan, tudo bem?
Eu gosto muito da forma como você escreve suas resenhas. Não só pela estrutura como pela clareza de pensamentos e opiniões. Eu também tenho certas expectativas em relação ao livro mas vou ficar atenta quando começar a ler. Se é um romance, precisa ter uma certa profundida, não é?!


Beijo!
~ Nine
http://www.estantedanine.com/

HONORATO, Sandro disse...

Olá :)
Boa noite >.<
Ah eu esperava mais desse livro mas pela sua resenha é bem comum né?

Abraços

Blog:Rimas do Preto

O Resenhista disse...

Juan Juan... você não aprende né? Tem livros que só o nome já diz tudo.
Eu seria um completo idiota se estivesse falando sério.
mas poxa, um livro com um nome tão (desculpe o termo), broxante.
Um tema que já foi abordado, e parece muito clichê...
Desculpe mas eu já li 'A Morte e a Vida de Chrles St. Cloud' e estou satisfeito.
O Começo do Adeus é um livro que eu não gostei do nome, não gostei da capa, muito menos da sinopse... Mas falar dele eu só posso depois de ler. E está aí uuma coisa que eu não vou fazer... kkk
Parabéns pela resenha,

Abraços.

Uillian Cardoso -
De Resenhas - http://deresenhas.blogspot.com
Colunista do Segredos do Coração:
http://secretsofanheart.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Manuseador da pena

Juan Silva, 16 anos, Carioca e Sagitariano. 3º ano e estudante do curso técnico de química. Não vivo sem bons livros, séries e filmes. De vez em quando, um café gelado sempre é bem vindo. {mais?}

Seguidores

No Facebook

Últimas Resenhas

Promoções

#Tagalerando

Editoras Parceiras

Arquivo

 

Layout desenvolvido exclusivamente por Tharcila Lima para o Asas Literárias. Veja o portfólio.