Resenha de Livro: O Clã dos Magos - Trudi Canavan

2 comentário(s)
Título: O Clã dos Magos
Título Original: The Black Magician's Guild
Autor: Trudi Canavan
ISBN: 978-85-8163-000-7
Páginas: 446
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito
Preço Sugerido: 29,90
Avaliação:



Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purifi car as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam. Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente. Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo do Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.


Sou fã de histórias da época medieval, assim como de histórias de fantasia. Então é de se esperam que um misto entre essas duas ambientações formem uma trama que me agrade de enorme modo. 

Na história de O Clã dos Magos somos apresentados a protagonista Sonea, uma pobre menina das favelas que tem sua vida virada de cabeça para baixo depois de um fádico incidente. Os magos da cidade de Imardin, onde vive nossa protagonista, demonstram seu poder para a população realizando caminhadas pela cidade tendo um escudo protetor os defendendo de qualquer ação vinda dos habitantes. Carregada de raiva pelos magos, Sonea lança uma pedra com toda sua força e a mesma acaba atravessando o escudo protetor e acertando em cheio um dos magos. 

Depois do incidente, os magos começam a caçar incessantemente a menina, já que não acreditam que uma favelada possuía poder suficiente para fazer uma pedra atravessar o escudo. Ao mesmo tempo que alguns magos se interessam em explorar o poder da garota para o bem, outros magos a caçam com más intenções já que não aceitam que uma favelada possa vir a fazer parte do clã. Por conta disso, Sonea acaba fugindo de um lugar para o outro e confiando em pessoas boas e más, na busca de segurança em meio as perseguições. 

O livro é dividido em duas partes e tem um número relevante de páginas. A primeira parte se tornou um pouco enfadonha e repetitiva, já que o que se narra são as várias fugas realizadas pela Sonea. Já a segunda parte, possui um ritmo eletrizante e viciante com uma narrativa bem superior do que na primeira parte. 

Creio que o livro traz muito mais do que apenas aventura. Traz um apanhado de pensamentos e reflexões em uma sociedade antiga mas que consegue ainda ser atual. O Clã dos Magos traz várias mensagens importantíssimas para o seu público alvo e até para outros públicos. 
- Cartas de protesto. Discursos públicos. Uma advertência do Rei. Não parece muito, mas, no mundo da política, as palavras são muito mais perigosas do que varas de açoitar ou magia. - Pag. 244.
Não vejo razões para não indicar a leitura de O Clã dos Magos. Creio que a leitura tem muito a acrescentar na vida e lista literária de todos. Indico muitíssimo essa obra que pode até não agradar a todos, porém, possui ensinamentos que por si só já valem a leitura. 

2 comentários:

Lola Mantovani disse...

Amei a resenha, já estava há algum tempo querendo ler esse livro agora minha vontade aumentou mais
beijos

Natália Alves disse...

Também achei a narrativa bem repetitiva em determinado momento, mas o livro como o todo é muito bom, quero ler a continuação agora (:

Beijo;*
Naty.

Postar um comentário

Manuseador da pena

Juan Silva, 16 anos, Carioca e Sagitariano. 3º ano e estudante do curso técnico de química. Não vivo sem bons livros, séries e filmes. De vez em quando, um café gelado sempre é bem vindo. {mais?}

Seguidores

No Facebook

Últimas Resenhas

Promoções

#Tagalerando

Editoras Parceiras

Arquivo

 

Layout desenvolvido exclusivamente por Tharcila Lima para o Asas Literárias. Veja o portfólio.