Resenha de Livro: Maldosas - Sara Shepard

16 comentário(s)
Título: Maldosas
Título Original: Pretty Little Liars
Autor: Sara Shepard
ISBN: 978-85-7980-025-2
Páginas: 296
Ano: 2010
Editora: Rocco 
Preço: 32,90
Avaliação


Maldosas é o primeiro livro da série Pretty Little Liars. Na trama, Emily, Aria, Spencer, Hanna e Alison vivem no sofisticado subúrbio de Rosewood, na Pensilvânia. Inseparáveis, as cinco se mantêm ligadas especialmente em função de Alison, a garota mais popular da escola, que exerce um certo poder sobre cada uma das meninas e é a confidente de todas elas. Um dia, porém, Alison desaparece sem deixar rastro. Aos poucos, Emily, Aria, Spencer e Hanna se afastam. Alguns anos depois, as jovens começam a receber e-mails e mensagens ameaçadoras de alguém que aparentemente sabe de tudo que se passa em suas vidas e misteriosamente se identifica apenas como 'A'. Será que Alison estaria viva e disposta a revelar todos os segredos de suas ex-amigas?



Há algum tempo atrás era comum se falar de Pretty Little Liars e ainda haver pessoas que se perguntavam o que era isso. Desse tempo para cá é quase impossível que alguém não saiba ao menos um pouco sobre essa série tão famosa. 

Transformada em série de TV em 2010, a série fez sucesso em todo o mundo e conquistou um número imenso de fãs. O que poucos sabem é que a estreia dessa série não foi na televisão e sim no mundo literário, com Maldosas, primeiro livro da série. 

Como já disse no início da resenha é provável que você leitor já conheça do que trata a série, mas, para aqueles que ainda não sabem a trama gira em torno de cinco amigas que confidenciavam todos os seus segredos entre si. Um certo dia, as cinco se reuniram para uma espécie de festa do pijama no celeiro da casa de uma deleas e depois de beberem uma bebida esquisita que acreditavam fazer com que tivessem vontade de contar os seus segredos, caíram em um sono profundo. Uma das amigas, Aria, acorda e encontra suas duas outras amigas dormindo, Hanna e Emily. Ela as acorda e vai junto com elas em direção a porta do celeiro onde se deparam com Spencer, uma das amigas que estavam na festa e acabou dizendo que a quinta amiga havia desaparecido e que ela havia a escutado gritar. 

Depois desse acontecimento passam-se três anos e ninguém nunca teve nenhuma pista sobre o desaparecimento de Alison, a quinta amiga. E é aí que as coisas começam a ficar interessante. As quatro amigas fizeram de tudo para conseguir viver suas vidas o mais normal possível depois desse acontecimento. Aria, que havia se mudado para a Islândia com a família, volta para Rosewood e acaba encontrando suas antigas amigas, porém, desde a morte de Alison as quatro perderam os laços de amizade. No seu primeiro dia na cidade, a garota encontra um rapaz sedutor e bonito em um bar e acaba ficando com ele. Para sua surpresa, no dia seguinte ele recebe uma mensagem relatando o acontecido e assinado com um simples nome “-A“. Aria não sabia o que isso significava e achou que não passava de uma piada de alguém. Mal sabia que o mesmo também iria acontecer com suas antigas amigas. 

Emily Fields, uma das integrantes do grupo de amigas foi visitar a nova vizinha que estava morando na antiga casa dos Dilaurentis, família de Alison. Ao se despedir deu sem intenção um selinho na garota que estava morando na casa o que resultou em uma carta misteriosa mais tarde naquele dia dentro do seu armário. A carta falava do que havia acontecido mais cedo e vinha assinado por “-A”. O mesmo aconteceu com Hanna e Spencer, as outras quatro amigas do grupo, a única diferença foi a situação a que o remetente secreto da carta se remeteu. Esses recados anônimos e todo o mistério em volta da icógnita “–A” fez com que as quatro amigas reatassem as suas relações para juntas tentarem descobrir quem está mandando essas coisas e por que.

É extremamente viciante a premissa que se estabelece na cabeça do leitor: "Será que Alisson está morta e se vingando das amigas por algum motivo?" "Será que ela foi realmente assassinada?" "Se sim, por quem e por que?" Os porquês para uma assassinato da personagem podem ser vários, uma vez que a garota sabia os segredos mais escondidos de todos da cidade e quase cem por cento dos personagens do livro possuem  ao menos um motivo para matá-la.
As vezes, na presença de Ali, não se sentiam exatamente verdadeiras. Elas meio que se sentiam como bonecas, com Ali controlando cada movimento que faziam. Cada uma delas já desejara, pelo menos uma vez, ter coragem de dizer não a Ali.
O modo de escrita de Sara Sherpad é extremamente viciante, os capítulos são revesados entre as quatro amigas de modo que em cada um, uma delas tem uma atenção especial, o que acaba por não tornar as coisas repetitivas, uma vez que temos quatro amigas com vários segredos e mistérios. 

É constante a discussão em torno da obra pois temos um número imenso de pessoas que dizem que a série televisiva é melhor do que a de livros. Minha opinião sobre isso é um pouco dividida, creio que a série que já está na terceira temporada acrescentou muitas coisas que seriam complicadas de por no livro pois fariam a série ter um número de livros maior do que já tem. Já na situação inversa, acho que os livros trazem uma riqueza de detalhes que não são presentes na série, uma vez que no livro temos a visão original da autora e pistas que serão adiadas por muito tempo para serem divulgadas na série. 

As capas de PLL possuem gravuras de bonecas o que dá a impressão de ser um livro extremamente feminino e quando isso junta-se ao fato intriga e fofoca presente na sinopse, se passa a visão de uma história extremamente fútil, e essa é uma concepção extremamente errônea, uma vez que somos apresentados a histórias reais e extremamente comuns, principalmente na vida dos adolescentes, que são constantemente assombrados nessa fase da vida. 

Creio que Pretty Little Liars mexe com as pessoas, seja no lado mais sentimental ou na fome por descobrir todos os mistérios condensados na série. Seja por meio da TV ou pelas páginas de um livro, essa é uma série que não dá para escutar apenas de comentários dos outros, deve ser lida, relida, assistida e claro... Comentada. E claro, enquanto lê, cuidado com os seus segredos. 

16 comentários:

Sil disse...

Adoro as capas dessa serie, e não acho femininas não. Ainda não li nenhum dos livros. Conheci a serie através da tv, e já no primeiro episódio fiquei viciada, depois que vim a saber que tinha os livros. Vou compra-los um dia, mas vou esperar uma promoção se não vou a falência.

http://blogprefacio.blogspot.com.br/

Mari ♥ disse...

Oi,
Essas capas são tão fofas né?
Gosto de livro desse estilo, mas ainda não comprei nenhuma dessa serie pois estou aguardando um promoção rs.
Beijos
http://marifriend.blogspot.com.br/

Juan Florêncio disse...

Falência? É bem eu também. kkkkk. Os livros são publicados pela Rocco, ou seja, nada baratos. Mas vale super a pena, é tão viciante quanto a série.

Beijos. =)

Juan Florêncio disse...

Oi Mari,

Eu gosto das capas pois condizem bem com o assunto da série e estou como você, esperando uma promoção para poder comprar os outros.

Beijos. (:

Natália Alves disse...

Concordo quando disse que as capas passam uma impressão de uma história fútil, antes de saber que se tratava de PLL eu pensava exatamente assim. Adoro a série de TV e quero ler os outros livros além do primeiro (só preciso de dinheiro haha)

Beijo;*
Naty.

Sarah disse...

Juanzito, antes de tudo tenho que admitir que não costumo ler textos grandes, mas esse foi de uma leitura tão bom que quando percebi tinha lido todinho! Parabéns!
E sobre o livro... Bem, o que li me lembrou os poucos episódios que assisti. O seriado deve ser bem fiel aos livro, certo?
Beijocas :*

kimberly gomez disse...

já vi as duas temporadas da serie e estou louca pra ler a coleção completa dos livros, este já esta na minha lista de compras do natal.
Ah! parabéns pela resenha!!!

Erica Lima disse...

Estou querendo começar a assistir a série mas queria ler os livros antes, só que são muito caros..
Já tenho uma idéia do que se trata a trama e estou curiosa para conhecê-la!

Matheus Moura disse...

Geralmente prefiro ler os livros e depois ver as adaptações feitas em referência aos mesmos, mas surpreendentemente e unicamente nesse caso prefiro assistir a série inicialmente. Já li recortes do livro e ele, obviamente é mais detalhado, isso faz com que descobramos quem é -A mais rápido e não, não estou com pressa pra descobrir. Sem falar que o último capitulo do livro 1 ainda é do primeiro episódio da série, obviamente o episódio não corresponde somente a um livro, mas subtende-se que há uma mistura que acho que não me fará muito bem. É claro que eu quero ler, futuramente, pois uma série tão boa - assisto 14 e essa com certeza é do meu top5 - deve ter sido originada de livros ótimos. Vou querer comprar futuramente, talvez, quando a série estiver mais avançada ou finalizada. Gente, não gosto das capas, porque remete a uma ideia que a série é bem cute, assim como o nome, mas não é! Foi uma surpresa enorme, pois achava que a série era bem infantil, sonhadora, sei lá, meio "Era uma vez" e me surpreendi extremamente para o bem. Acho que se tivesse algo mais da história - como é na abertura - na capa, ficaria melhor! =)

Marii ♥ disse...

Conheci os livros pela Série PLL, e sou viciada nela. O mistério de Quem é A? No decorrer da série é muito bom. Pois quando vc acha tudo resolvido não para por ai.
Quero muito ler os livros, mas como dito nos comentarios acimas, irei a falencia, são muito caros. Espero um promoção boa para comprar já todos eles juntos , assim vou devorar conforme faço com a série , e certeza que nao vou nem empresta-los.
Bjs

franfernands disse...

Confesso que não gostei muito da capa e nem do título, digamos pré julgando o livro, mas através da sinopse achei realmente interessante, como um que li a pouco tempo "Não sou esse tipo de garota" que abrange muito a adolescencia e problemas comuns que enfrentamos sem ao menos notá-los, gosto de ler a realidade, assim tornando mais fácil entendê-la.

Fernanda Faria disse...

Eu amo a série de TV, é simplesmente viciante. Mas nunca tinha visto uma resenha tão legal sobre o livro. *.* Agora fiquei com muita vontade de conhecer um pouco mais a série de livros, principalmente porque dizem que é um pouco diferente.
beijos

Caique Fortunato disse...

Oi Juan, gostei da sua resenha, mas não gostei muito do livro não, muita gente deve gostar, mas algo nele não me chama a atenção. Eu já ouvi falar dessa série, mas nunca assisti de fato. Achei legal saber que o livro não é apenas para as mulheres e traz questões da sociedade.

Abraços
www.entrepaginasdelivros.com/

Luciana Cardoso disse...

Eu conheci essa série só na tv, assisti alguns episódios mais acabei me perdendo rsrs... não consegui acompanhar a trama.
Soube a algum tempo que se tratava de uma série inspirada em livros, achei muito interessante, dai eu acabei indo pesquisar e descobri que tem muitos livros rsrs...
As capas são muito legais, achei criativas.
Sua resenha ficou realmente muito boa, me fez quer ler toda a série, bem intrigante e envolvente, parabéns.

Adrielly Pontes disse...

Eu conheço essa série faz um tempo e as capas são encantadoras. A história me atraiu no começo, mas a série é muuuito longa e tenho medo de que fique ruim ou eu não goste, algo assim. Talvez eu espere todos os livros serem lançados pra ver se eu compro. Toda vez que eu vejo alguma resenha dessa série ou vejo um dos livros em algum lugar, fico com vontade de comprar só por causa dessas capas lindas.

Mariana Silva disse...

PLL? EU ADORO. Estou louco para ler o décimo livro que ainda não chegou por aqui mas já estou doida pra ler em inglês. Essa série é tudo e já volta pra TV essa semana. *-*

Postar um comentário

Manuseador da pena

Juan Silva, 16 anos, Carioca e Sagitariano. 3º ano e estudante do curso técnico de química. Não vivo sem bons livros, séries e filmes. De vez em quando, um café gelado sempre é bem vindo. {mais?}

Seguidores

No Facebook

Últimas Resenhas

Promoções

#Tagalerando

Editoras Parceiras

Arquivo

 

Layout desenvolvido exclusivamente por Tharcila Lima para o Asas Literárias. Veja o portfólio.