Livros, à Primeira Vista #29

2 comentário(s)
Em Garotos Malditos, Santiago Nazarian discute os limites da adolescência, as descobertas sexuais e os valores da amizade, com humor, terror e muita insanidade. O romance narra a história de Ludo, um problemático garoto viciado em filmes de terror que, após ser expulso da escola onde estudava, vai parar no nada tradicional Colégio Pentagrama. Lá passa a conviver com lobisomens, vampiros, bruxas e zumbis. Nos filmes de terror isso pode parecer uma experiência incrível, mas, na vida real, Ludo pouco a pouco descobre que seus dias não serão nada fáceis. Garotos malditos é o sexto romance de Santiago Nazarian e seu primeiro livro juvenil. O autor de O Prédio, O Tédio e o Menino Cego e Pornofantasma, entre outros, nascido em 1977, foi eleito, em 2007, um dos autores jovens mais importantes da América Latina, nas comemorações do Hay Festival em Bogotá, capital mundial dos livros.
Impressões: Sou fã de histórias fantásticas modernas que tem um garoto como protagonista, aliás, depois de Crepúsculo pipocaram os livros com meninas em foco principal e na maioria das vezes esses livros acabam sendo um tanto melosos. Garotos Malditos não tem uma trama inédita, porém, creio que tem um toque a mais em relação a outras obras.

Duncan e seu melhor amigo, Joaquim, voltam de mais uma noite cansativa na Oficina quando são surpreendidos pelo corpo ensanguentado de uma linda menina de cabelos avermelhados. Perplexos, eles são abordados por um homem colossal e de modos bruscos que os apresenta a obscura e enigmática Ordem dos Bandeirantes, uma organização secular que estuda e caça entidades amaldiçoadas enquanto procura por um misterioso artefato, conhecido apenas como a Clave Cristalina. De repente, a vida monótona e sem-graça dos dois garotos é completamente transformada e eles descobrem que a pitoresca Vila Belga, onde vivem, pode conter muitos mais segredos do que eles podem imaginar. Perseguidos pelos inescrupulosos agentes d’O Inimigo e contando com a ajuda da menina desencarnada, os garotos terão que sobreviver ao desafio mais difícil de suas vidas contando apenas com a força da sua amizade e uma boa dose de coragem. Ao participarem da busca pela Clave Cristalina, eles se deparam com horrores inimagináveis e se agarram com todas as forças a sua sedutora companheira, a Aventura!
Impressões: Esse livro me chamou atenção desde que eu vi a sua capa, não por ser algo muito bonito mas sim por ser diferente. A sinopse também me chamou bastante atenção e com certeza é uma obra que preciso ver. 

2 comentários:

Rafa Oliveira disse...

Realmente um livro em que o garoto é o protagonista é diferente, rsrsrs, mas não sei se tem muito a ver com Crepúsculo, rsrs
Rafa :)
Blog Melody
http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

Juliana disse...

Achei o primeiro interessante. Até gosto livros em que uma garota é protagonista, mas sinto um pouco falta de meninos no papel principal.
A capa é linda, espero que esse livro realmente seja tão bom quanto parece.

Beijos,

Juliana,
http://meninaseda.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Manuseador da pena

Juan Silva, 16 anos, Carioca e Sagitariano. 3º ano e estudante do curso técnico de química. Não vivo sem bons livros, séries e filmes. De vez em quando, um café gelado sempre é bem vindo. {mais?}

Seguidores

No Facebook

Últimas Resenhas

Promoções

#Tagalerando

Editoras Parceiras

Arquivo

 

Layout desenvolvido exclusivamente por Tharcila Lima para o Asas Literárias. Veja o portfólio.