Matéria Especial: Capas Esquisitas

7 comentário(s)
Assim como as pessoas, que, são avaliadas a primeira vista pela sua imagem, ou beleza. Os livros também possuem um atrativo que é logo observado assim que é visto, a capa. Algumas são super bonitas e apostam em paisagens diversificadas, atores, ou até mesmo objetos e rabiscos. A capa nada mais faz do que, visualmente, simplificar a história que tem dentro dele, nem sempre, passa uma mensagem fiel ao que é retratado ali.

É por isso que trago para vocês, uma das capas de livros mais estranhas. Será que elas atiçam a curiosidade ou espantam leitores?


A visita cruel do tempo

Editora Intrínseca



A obra da autora Jennifer Egan, fez muito sucesso entre leitores e críticos literários. Claro que, essa nota vem de do principal de um livro, o seu conteúdo. Entretanto, avaliando a capa do livro, temos uma imagem nada peculiar. O desenho parece ser algo abstrato, uma mistura inovadora de traços que, aparentemente, parecem formar algumas faces de pessoas velhas com óculos. 

O livro certamente não é direcionado ao público jovem, público esse que é sempre muito criterioso com capas bem elaboradas. Entretanto, a capa ao invés de atrair leitores dessa e de outras categorias a qual ele não é diretamente direcionado, acaba espantando um pouco. É daí que tiramos a lição, não vale a pena só analisar pela a capa. 







Precisamos Falar Sobre o Kevin

Editora Intrínseca 




Falando em assustar, com toda certeza, a capa oficial de Precisamos Falar Sobre o Kevin, é perfeita para assustar crianças. O livro já ganhou adaptação aos cinemas e é um daqueles livros que causa choque em quem lê e deixa marcas inesquecíveis. Digo isso pelo que os leitores da obra dizem, ainda não tive oportunidade de lê-lo. 

Aparentemente, a capa traz um garoto, creio que, supostamente Kevin. O mesmo, está com a parte facial da fantasia de um monstro na cabeça. Achei que o ilustrador teve uma boa sacada, a capa é super esquisita, óbvio. Porém, é inegável que desperta ao menos um mínimo de curiosidade. 









Vocês devem estar se perguntando se é coincidência os dois livros serem da editora Intrínseca. Na verdade, é. Sou super fã da editora, e mesmo com capas, digamos assim, ''esquisitas'', creio que ambas as obras são muito boas e com certeza valem a pena ser lidas. E vocês? Quem capa de livro acham esquisitas? Comentem. Para encerrar, repito a tão dita frase, '' Não julgue um livro pela capa''.

7 comentários:

ELLIANE RAMOS disse...

amei seu blog. parabéns. tb amo livros. bjs

mauro disse...

Ola Juan!Parabens pelo blog(vou seguir).
Concordo com vc quando diz"não julgue o livro pela capa",mas eu completaria esse assunto dizendo que um bom livro junto a uma boa capa ,é unir útil ao agradavel.
Eu diria que uma capa muito interessante é fundamental.Imagine vc numa livraria imensa;Com certeza(eu pelo menos)vou retirar da prateleira aquele que me chamar mais a atenção pela capa(eu diria que é uma estrategia muito eficiente de propaganda);
Ah!Coincidencia ou não, isso aconteceu comigo justamente com esse livro aí ("precisamos falar sobre o Kelvin"),na verdade eu acho a capa dele super interessante,com certeza olhar para ela da vontade de pelo menos saber sobre o que se trata a narrativa(quando vi tive vontade de ler na hora),tipo,tenho 2 filhos(1 de 12 anos)acheiu muito util e agradavel tambem.
É isso!teh mais.

Daay disse...

HAHAHA, eu sou o tipo de pessoa que é atraída por embalagens, capas e tudo que chamar a atenção. Mas isso não quer disser necessariamente que tem que ser bonito. "Precisamos falar sobre o Kevin" foi uma obra que desde quando vi a capa pela primeira vez fiquei com vontade de ler, justamente por ser essa coisa medonha! Se fosse uma capa menos estranha talvez eu não tivesse vontade de ler, rs.

Beijos, Daay
www.dayanebiassio.com

Beatriz Nathaly disse...

De fato não deve se deve julgar o livro pela capa, é como diz aquela famosa frase: "Julgue o livro pela capa e perca uma grande história". Embora essas capas sejam esquisitas o que suas páginas tem a nos oferecer deve ser boa. Claro que, numa loja, as capas causam grande impacto na hora de comprar. Você compraria um livro como a capa de Fallen, ou um livro como a capa de A visita cruel do tempo.Enfim, gostei bastante do seu blog e já estou a seguir o blog. Depois dê uma passadinha no meu ^^

Beijos - Bia
http://escrevendomundos.blogspot.com.br/

Ka Alencar disse...

Vou dizer só uma coisa. Precisamos falar sobre Kevin, QUERO DEMAIS!!!!
sério, desde que vi o trailer to filme to doida pra ler o livro, pq claro, o livro sempre é melhor. rsrs

@K_Alencar
http://achoquescreci.blogspot.com

Rafaela. disse...

Adorei o seu blog! =)

As capas são bem diferentes.
Quero muito ler o primeiro citado!

Parabéns pelo post!

Beijocas.
www.artesaliteraria.blogspot.com

FranLimaS disse...

Eu geralmente gosto de capas diferentes ^^
Aquelas capas perfeitinhas são legais, mas não costumo julgar o livro pela capa.
Não mais pelo menos.
Já tive a decepção de pegar uma capa linda e um conteúdo desprezível, e o inverso também ocorreu.
Enfim, nem a sinopse me agrada e não passa tudo sobre um livro :]

Postar um comentário

Manuseador da pena

Juan Silva, 16 anos, Carioca e Sagitariano. 3º ano e estudante do curso técnico de química. Não vivo sem bons livros, séries e filmes. De vez em quando, um café gelado sempre é bem vindo. {mais?}

Seguidores

No Facebook

Últimas Resenhas

Promoções

#Tagalerando

Editoras Parceiras

Arquivo

 

Layout desenvolvido exclusivamente por Tharcila Lima para o Asas Literárias. Veja o portfólio.