Resenha de Livro: Tudo o que Ela Sempre Quis - Barbara Freethy

3 comentário(s)
Título: Tudo o que ela Sempre Quis
Título Original:  All She Ever Wanted
Autor:  Barbara Freethy
ISBN: 978-85-58163-02-05
Páginas: 304
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito
Preço Sugerido: 29,90
Avaliação:


Ela era a melhor amiga deles, ou assim eles pensavam — até anos mais tarde, quando seus segredos os levam a uma perigosa busca pela verdade sobre quem ela realmente fora... e por que morrera... Dez anos atrás, em uma festa louca, a linda e estonteante Emily caminhava para sua morte, deixando seus três melhores amigos e suas "irmãs" — Natalie, Laura e Madison — devastados. Nenhum deles esquecera aquela noite — ou o papel que cada um teve na morte de Emily, a culpa que os persegue e a perda que ainda sofrem. Agora, um escritor desconhecido entra na lista dos livros mais vendidos com um romance similar à história deles. Quem é ele? Como ele sabe os detalhes íntimos de suas vidas? E por que ele está acusando um deles como assassino? Quando eles começam a desvendar a verdade sobre a amiga em comum, irão redescobrir um amor que ela perdeu há muito tempo e descobrir segredos que vão mudar sua vida para sempre...

Fã assíduo de mistérios, fiquei hipnotizado pela história de Tudo o Que Ela Sempre Quis desde que li a sinopse. Morte, segredo e mistério só poderia formar a receita de um sucesso.

Mesmo estando empolgado com a leitura desse livro fiquei um pouco receoso. Afinal, um grupo de amigas que compartilham segredos e tempos depois uma delas morre um mistério se instaura não é uma história inédita, não é? Mesmo assim, a obra conseguiu fugir de um mundo adolescente e se passa em um ambiente de adultos formados que se veem assombrados com um livro de um autor misterioso que conta a história de quando uma garota de um grupo de amigos caiu misteriosamente do prédio do seu alojamento tendo morte instantânea. 

Natalie, Cole, Madison, Dylan, Laura e Drew eram muito amigos de Emily, até que em uma festa na faculdade a garota morreu. Anos depois Natalie, formada em medicina e atuante na área se depara com o livro Fallen Angel que narra uma história muito parecida com a que ela passou com seus amigos. É claro que ela achou se tratar apenas de uma coincidência, até que percebeu que o nome dos personagens da história agiam como elas e possuíam as iniciais de seus nomes. Para piorar a situação do grupo, o autor discorda da versão de acidente e acusa um deles do assassinato de Emily. 

Regado a mistério e desconfiança o grupo embarca em uma corrida emocionante em busca do autor do livro e de pistas que possam ajuda-los, afinal, ou eles desmascaram a máscara do autor ou um deles podem ir para a prisão. Injustamente. 

É quase impossível largar o livro depois que se começa a ler, ou melhor, até ter todos os segredos revelados. A autora faz questão de usar textos que mexem com o nosso interior e nos faz trazer a história para a nossa realidade e nos questionarmos sobre as próprias pessoas que estão ao nosso redor. No final do livro existe um guia de leitura repleto de discussões e pensamentos que não podem ser deixados de serem lidos.
- Fácil falar; difícil fazer. Não tenho de arcar com nenhuma consequência. É muito mais complicado tomar decisões sobre a própria vida. 
Esperei durante toda a leitura um final surpreendente, e até foi, mas não da forma que eu esperei. Mesmo assim, é um excelente livro para pessoas que gostam de se surpreender e de tramas viciantes. 

3 comentários:

Albuq disse...

Mesmo não tendo o final que você esperava, pelo que você escreveu, já me chamou atenção!

Danzinha disse...

Oiie,

Estou empacada neste livro, ele não conseguiu me conquistar de maneira nenhuma. Acho que o fato de esperar muito dele contribui para isso, mas, esse não foi um livro que me conquistou.

Beijos

Amigas entre Livros

O Resenhista disse...

Estou-me aqui com vinte livros pra ele, e esse é um deles. Desde que ele saiu tenho minhas vontades de lê-lo... de fato o enredo não é doas mais originais, mas até m plágio pode ficar melhor que o original... (Não estou incentivando a prática de tal ato)

kk

Abraços...

Postar um comentário

Manuseador da pena

Juan Silva, 16 anos, Carioca e Sagitariano. 3º ano e estudante do curso técnico de química. Não vivo sem bons livros, séries e filmes. De vez em quando, um café gelado sempre é bem vindo. {mais?}

Seguidores

No Facebook

Últimas Resenhas

Promoções

#Tagalerando

Editoras Parceiras

Arquivo

 

Layout desenvolvido exclusivamente por Tharcila Lima para o Asas Literárias. Veja o portfólio.